/ / / / / / / / / / / / / /      Anais Digitais      / / / / / / / / / / / / / /

  Voltar para a lista
 
  Título
TENDÊNCIAS DA MÚSICA NO DOCUMENTÁRIO BRASILEIRO CONTEMPORÂNEO
Autor
Guilherme Maia de Jesus
Resumo Expandido
Neste último par de décadas, estudos sobre documentários e sobre trilha sonora de obras audiovisuais têm contribuído expressivamente para o enriquecimento da pesquisa sobre o audiovisual. Esta proposta de comunicação relata o ponto de partida de um projeto, recém contemplado pelo Edital 022/2009 Fapesp/CNPQ, que, observando um baixo índice de interação entre os campos de investigação citados, nos próximos dois anos examinará aspectos da música no âmbito do documentário brasileiro contemporâneo.



Como é de conhecimento dos pesquisadores da área do audiovisual, o documentário tem atraído um interesse crescente de realizadores, estudiosos e público. Discutido em livros, revistas, debates, encontros e seminários; difundido em mostras, festivais, na relevisão e nos meios digitais; ensinado pelas escolas de nível superior, por organizações do terceiro setor e em cursos livres, o documentário vem mostrando vigor crescente no Brasil e no mundo. Não há como negar, todavia, que os estudos sobre documentário costumam conceder espaço muito restrito para reflexões sobre os aspectos sonoros das obras. Do outro lado, como indica a pesquisa sobre música aplicada a produtos audiovisuais realizada no âmbito do doutorado do proponente, o filme de ficção parece atrair quase todo o interesse dos pesquisadores.



É nesta lacuna que esta investigação se inscreve, levando em conta que, como atesta o trabalho de pesquisadores como Mervyn Cooke e Russel Lack, a relação do documentário com a música é fenômeno abundante e plural, que data da própria origem do cinema, e são muitos os exemplos de experiências ricas nesse domínio. Em dimensão semelhante, a apreciação de obras documentais brasileiras contemporâneas conduz à conclusão inevitável de que, na grande maioria dos casos, a música é importante ferramenta de expressão e, por isso, merecedora de maior investimento de reflexão. Qual o estatuto da música construído no contexto do pensamento acadêmico sobre o documentário? Será que o paradigma de atribuição de valor construído pelas teorias gerais domina também as enunciações sobre a música nos documentários? Como construir operadores de análise e um arcabouço metodológico que dê conta das especificidades do filme documental? Será que existem, aliás, diferenças importantes entre a música aplicada nos filmes ficcionais e documentais? Como é que o cinema do real lida com aquele que pode ser considerado o menos realista dos recursos audiovisuais: a música de pós-produção?



Em busca de respostas para essas e outras questões, a pesquisa aqui proposta pretende, em seu viés teórico, realizar revisão bibliográfica em duas vertentes: estudos clássicos e contemporâneos sobre documentários e sobre música aplicada como ferramenta de expressão audiovisual. No eixo empírico, a investigação se volta para o exame das perspectivas de aplicação da metodologia adotada pelo Laboratório de Análise Fílmica da Facom/UFBA, na análise dos aspectos sonoros dos documentários, com ênfase na música, e usando para teste um corpus construído no contexto do cinema brasileiro contemporâneo.



A sede da pesquisa será o Centro de Letras, Humanidades e Artes da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, mais especificamente o curso de Cinema e Audiovisual, mas a investigação nasce vinculada com o Laboratório de Análise Fílmica da Facom/UFBA, e pretende atrair pesquisadores e estudantes de outras instituições e ensino e pesquisa.



O objetivo mais essencial do projeto, em síntese, é reunir pesquisadores de diversas áreas tendo em vista uma sistematização do conhecimento acerca de questões técnicas, estéticas e comunicacionais de aspectos sonoros dos documentários, com ênfase na música e na produção documental brasileira recente.

Bibliografia

BERNARDET, Jean-Claude. Cineastas e imagens do povo. São Paulo: Brasiliense, 1985.

CAVALCANTI, Alberto. Filme e Realidade. Rio de Janeiro : Casa do Estudante do Brasil, 1957.

COOKE, Mervyn. A history of film music. Cambridge: C. U. Press, 2008.

GOMES, Wilson S. Estratégias de produção de encanto. Textos de Cultura e Comunicação, Salvador, v.35, p.99-125, 1996.

GORBMAN, Claudia. Unheard Melodies. London: BFI, 1987.

LABAKI, Amir. Introdução ao documentário brasileiro. São Paulo: Francis, 2006.

LACK, Russell. La música en el cine. Madrid: Cátedra, 2004.

LINS, C. e MESQUITA, C. Filmar o real: sobre o documentário brasileiro contemporâneo. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2008.

NICHOLS, Bill. Representing reality. Bloomington: I. U. Press, 1991.

RENOV, Michael. The subject of documentary. Minneapolis: U. M. Press, 2004.

WINSTON, Brian. Claiming the real: the griersonian documentary and its legitimations. London: B. F. I., 1995.