/ / / / / / / / / / / / / /      Anais Digitais      / / / / / / / / / / / / / /

  Voltar para a lista
 
  Título
A criação cinematográfica e os registros de processo
Autor
Cecilia Almeida Salles
Resumo Expandido
Tomando como ponto de partida uma pesquisa, que venho desenvolvendo sobre a expansão dos documentos de processo no campo dos estudos sobre processo de criação como rede, cheguei a grande diversidade de registros que os DVDs oferecem. Esta comunicação tem o objetivo de discutir as possibilidades críticas viabilizadas por este material, sob o ponto de vista da ampliação do conhecimento sobre o processo de produção cinematográfica. Será dada especial atenção aos making of s e às faixas comentadas de alguns documentários (Jogo de Cena, Santiago e 33).



Bibliografia

33. Kiko Goifman, São Paulo, 2003.

AUMONT, Jacques. As teorias dos cineastas. Campinas, SP: Papirus, 2004.

BERNARDET, Jean-Claude. “O processo como obra”. Folha de São Paulo: Mais!, São Paulo, 13.07.2003.

DA-RIN, Silvio. Espelho partido: tradição e transformação do documentário. Rio de Janeiro: Azougue Editorial, 2006.

JOGO DE CENA. Eduardo Coutinho, Rio de Janeiro, 2007.



MUSSO, Pierre. “A filosofia da rede”. In PARENTE, A. (Org.) Tramas da rede. Porto Alegre, Sulina, 2004.



SALLES, Cecilia A. Gesto inacabado: processo de criação artística. São Paulo: Annablume, 1998.

_______________. Redes da criação: construção da obra. Vinhedo, SP: Editora Horizonte, 2006.

SANTIAGO. João Moreira Salles. Rio de Janeiro, 2004.