/ / / / / / / / / / / / / /      Anais Digitais      / / / / / / / / / / / / / /

  Voltar para a lista
 
  Título
Efeitos visuais e o realismo cinematográfico: uma proposta de diálogo
Autor
Roberto Tietzmann
Resumo Expandido
O cinema em suas variadas expressões sempre esteve próximo de uma noção de realismo em sua representação. Embora vaga em si, tal noção se baseia em uma correspondência entre o que é visto na tela e os acontecimentos exteriores a ela. Mesmo que incorporados em narrativas fantasiosas ou onde o artifício é evidente (como em filmes históricos ou alegóricos) permanece na imagem um registro da materialidade do que é visto, do elenco, locações e ações que sustentavam tal discurso e facilitavam ao espectador constituir uma relação com o meio. A esta soma entre a sugestão de fidelidade entre a imagem e o que está fora dela e o esforço de aproximar a representação através da qualificação de direção de arte, decupagem e montagem, propomos um conceito de
Bibliografia

ARNHEIM, Rudolf. El cine como arte 2a ed. Barcelona : Paidós, 1990. BUKATMAN, Scott. Zooming Out: The End of Offscreen Space em LEWIS, Jon. The New American Cinema. Durham : Duke University Press, 1998. CARDULLO, Bert. Andre Bazin on Film Technique: Two Seminal Essays. Film Criticism. Volume: 25. Issue: 2, 2000. Allegheny College. JULLIER, Lauret. L' Écran Post-Moderne : Un ciné de l'allusion et du feu d'artifice. Paris : L'Harmattan, 1997. KATZ, Eprahim. The Film Encyclopedia (3rd Ed). Nova Iorque : Perennial; 1998. KRACAUER, Siegfried. Theory of Film: The Redemption of Physical Reality. London : Oxford University Press, 1960. MORIN, Edgar. O Cinema ou o Homem Imaginário. Lisboa: Relógio D´Água, 1997. MUSSER, Charles. The Emergence of Cinema: The American Screen to 1907. Los Angeles : California University Press, 1994. RICKITT, Richard. Special Effects, the history and the technique. Nova Iorque : Billboard Books, 2000.