/ / / / / / / / / / / / / /      Anais Digitais      / / / / / / / / / / / / / /

  Voltar para a lista
 
  Título
Mapeamento e interatividade: entre dispositivo e performance
Autor
Fernando Alvares Salis
Resumo Expandido
A teoria do cinema deve à noção de dispositivo (Baudry, Deleuze) uns de seus conceitos centrais para a compreensão das transformações arquitetônicas, discursivas e tecnológicas que diferenciam a produção audiovisual contemporânea daquela da sala de cinema tradicional. Por sua vez, a teoria da performance pensa a relação entre corpo e arte, movendo o centro de gravidade do produto ao processo, da representação ao ato, do discurso ao afeto (Derrida, Butler, McKenzie). No cruzamento dessas perspectivas, uma parte significativa da produção audiovisual contemporânea se apresenta como performance, onde o dado do acaso e do agenciamento corporal interativo com dispositivos tecnológicos são constituintes do acontecimento compartilhado. Neste quadro, novos modos de “embrulhar” imagens projetadas em corpos e superfícies volumétricas das mais diversas dimensões desafiam a nossa percepção do audiovisual como enquadramento e campo, transformando a sua percepção espaço-temporal. Partindo de intervenções urbanas e instalações imersivas, nos interessa pensar, entre dispositivo e performance, o impacto das projeções de “mapeamento”, aliadas às tecnologias de interatividade, na produção de novas situações expectatoriais audiovisuais.
Bibliografia

BUTLER, J. Bodies that Matter. New York: Routledge, 1993.

CULL, L. (org.). Deleuze and Performance. Edinburgh: Edinburgh University Press, 2009.

DELEUZE, G. Cinema 1: a imagem-movimento. São Paulo: Brasiliense, 1985.

______. Cinema 2: a imagem-tempo. São Paulo: Brasiliense, 1990.

______. Mil Platôs. Rio de Janeiro: 34, 1997.

DEL RÍO, Elena. Deleuze and the cinemas of performance. Edinburgh University Press, 2008.

DERRIDA, J. Margens da Filosofia. Campinas: Papirus, 1991.

DUBOIS, P. Cinema, Vídeo, Godard. São Paulo: Cosac & Naif, 2004.

MANOVICH, L. The Language of New Media. Cambridge: MIT Press, 2001.

MCKENZIE, J. Perform or Else. New York: Routledge, 2001.

PHELAN, P. Unmarked. The Politics of Performance. New York: Routledge, 1993.

SALIS, F. Cinema (ao) vivo, in Transcinemas. Org. Katia Maciel. Rio de Janeiro: Contra-Capa, 2009, pp. 221 a 228.