/ / / / / / / / / / / / / /      Anais Digitais      / / / / / / / / / / / / / /

  Voltar para a lista
 
  Título
O olhar amigo: Pasolini nos artigos de Moravia sobre cinema
Autor
Mariarosaria Fabris
Resumo Expandido
Embora afamado como narrador, desde 1929, quando publicou seu primeiro romance, “Gli indifferenti”, Alberto Moravia destacou-se no panorama cultural italiano também como autor teatral, periodista, crítico cinematográfico, além de ter prestado sua colaboração em vários filmes. Seus primeiros contatos com Pier Paolo Pasolini datam do início dos anos 1950 e, na companhia deste, realizará algumas viagens ao exterior: Índia (1961), África (1972). Em sua copiosa atividade de crítico cinematográfico, recolhida em “Al cinema” (1975) e “Cinema italiano: recensioni e interventi – 1933-1990" (2010), foram inúmeros os artigos e as referências ao Pasolini diretor, roteirista, argumentista, ator. Com um olhar bem atento e crítico, o escritor romano, apesar de aderir quase sempre ao ponto de vista do amigo, não deixou de manifestar suas discordâncias. Moravia acompanhou a trajetória cinematográfica pasoliniana desde 1959 e é esse olhar amigavelmente crítico que se pretende recuperar e discutir nesta comunicação, que se insere na temática das relações entre cinema e literatura. Uma temática à qual venho me dedicando desde o XIII Encontro Anual da SOCINE, analisando narradores e poetas italianos que escreveram sobre a sétima arte: “Cesare Pavese: diálogos com o cinematógrafo" (2009), “Bertolucci, crítico cinematográfico” (2010), “Pier Paolo Pasolini: resenhas cinematográficas” (2011) e “Verga e o cinema” (2012).
Bibliografia

JOUBERT-LAURENCIN, Hervé. "Pasolini: portrait du poète en cinéaste". Paris: Cahiers du Cinéma, 1995; MARINELLO, Silvestra. "Pier Paolo Pasolini". Madrid: Cátedra, 1999; MORAVIA, Alberto. "Cinema italiano: recensioni e interventi - 1933-1990". Milano: Bompiani, 2010; PASOLINI, Pier Paolo. I film degli altri. Parma: Guanda, 1996.