/ / / / / / / / / / / / / /      Anais Digitais      / / / / / / / / / / / / / /

  Voltar para a lista
 
  Título
O conceito de produção da minissérie O Canto da Sereia
Autor
Flávia Seligman
Resumo Expandido
Trabalhar com o conceito de produção de o Canto da Sereia implica em decupar a minissérie e analisar seus elementos de linguagem, o desenho de produção,as questões relativas à arte, à direção, à fotografia e à montagem.

Alem dos elementos internos do produto também vamos considerar os elementos extra fílmicos, partindo do princípio que se trata de uma minissérie, que possui particularidades relativas ao formato e que foi exibida no verão, uma estação do ano propensa às férias e festas e próxima do carnaval, que no caso da Bahia, onde se passa a história, é uma instituição. A trama ainda conta com um elenco conhecido de sucessos televisivos recentes.

Baseada no livro homônimo de Nelson Motta, O Canto da Sereia se inicia pelo sentido puro da expressão. Analisando a Odisseia de Homero, Michael Foucault (in Motta, 2001, p. 234), apresenta a figura da sereia como uma “forma inapreensível e proibida da voz sedutora”. A personagem “Sereia Maria de Oliveira”, criada por Nelson Motta e vivida na TV pela atriz Isis Valverde, traduz essa figura, sensual, sem limites, com um poder de encantamento geral e “ que não seja imortal, posto que é chama” (Vinícius de Moraes, Soneto da Fidelidade). A própria figura da atriz que recentemente fez o papel de uma mulher bastante sensual na novela Avenida Brasil (Rede Globo, 2012), contribui para a criação do personagem e o imaginário sobre ela.

Esta comunicação então assume um olhar técnico, ligado à história e à estética da televisão, vai tratar da minissérie como formato e como seus elementos são articulados para possibilitar a colocação na programação contemporânea, particularmente por tratar-se de uma história localizada fora do eixo usual da teledramaturgia (Rio-São Paulo) e que faz uso de particularidades de sotaque, cultura e tradição.

A questão daquilo que denominamos como baianidade (Maneiras e atitudes próprias de baiano (...) Amor à Bahia, seu povo, seus costumes. Dicionário Online de Português - http://www.dicio.com.br/baianismo/ Acessado em 30/03/2013 ) será tratada como um aspecto importante da produção visando ao entendimento dessa inserção na grade geral da programação, fazendo um comparativo com os demais produtos de teledramaturgia através da análise de seus elementos de linguagem.

Como se traduz a baianidade dentro da estrutura do roteiro ? Que aspectos são apresentados ao público e com quais ele poderá se identificar ? O que é regional e o que é universal dentro da série ? O que é novo e o que já é conhecido neste formato na TV ?

Nossa ideia é decompor uma história de quatro capítulos e remontá-la não por cenas nem por sequencias, mas pelo conceito de produção empregado e suas particularidades.



Bibliografia

1. ARAUJO, Joel Zito Almeida de. A negação do Brasil: o negro na telenovela brasileira. São Paulo: Editora Senac São Paulo, 2004.

2. FOUCAULT. O Pensamento do Exterior. In: MOTTA, Manoel Barros (org). Michel Foucault Estética: Literatura e Pintura, Música e Cinema. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2001. (Ditos & Escritos. v. III) p. 219-242.

3. HAMBURGER, Esther. O Brasil Antenado. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editora, 2005.

4. MOTTA, Nelson. O canto da sereia. Rio de Janeiro: Editora Objetiva, 2002.

5. PALLOTINI, Renata. Dramaturgia de Televisão. São Paulo: Moderna, 1998.

6. REIMÃO, Sandra. Livros e Televisão: Correlações. São Paulo, Ateliê Editorial, 2004.