/ / / / / / / / / / / / / /      Anais Digitais      / / / / / / / / / / / / / /

  Voltar para a lista
 
  Título
Italo Calvino, espectador cinematográfico
Autor
Mariarosaria Fabris
Resumo Expandido
Italo Calvino não teve com o cinema uma relação tão intensa como a estabelecida com a literatura, mas nem por isso ela deixou de ser marcante. Durante sua adolescência, apaixonou-se pela sétima arte, indo ao cinema quase diariamente, quando não duas vezes por dia, e começou a resenhar filmes para o periódico “Giornale di Genova”. No pós-guerra, em suas crônicas para “L’Unità” de Turim, o cinema serviu para ilustrar alguns dos temas tratados (religião, psicologia do fascismo, sexo e sentimento amoroso). De 1953 em diante, colaborou com vários jornais e periódicos, dentre os quais “Il Contemporaneo”, “Il Ponte”, “Il Giorno”, “Cahiers du Cinéma”, “Corriere della Sera”, “La Repubblica” e, principalmente, “Cinema Nuovo”, do qual participou em enquetes, debates e como correspondente no Festival de Veneza, cujo júri presidiu em 1981. Dentre seus escritos dedicados ao cinema, não podem ser esquecidos a “carta aberta” a Michelangelo Antonioni, quando do lançamento de “As amigas” (1955), a polêmica com Alberto Moravia sobre “Saló” (1975), de Pier Paolo Pasolini, e o prefácio de “Quattro film” (1974), de Federico Fellini, significativamente intitulado “Autobiografia di uno spettatore”. Foram poucas as obras de Calvino levadas para a tela, extraídas das coletâneas de contos “Gli amori difficili” (quatro filmes), “Marcovaldo” e “Ti con zero” e do romance “Il cavaliere inesistente”, mas ele deixou também alguns argumentos e roteiros nem todos filmados. Apesar dessa sua colaboração com a indústria cinematográfica, o foco deste trabalho será o Calvino espectador, um espectador privilegiado, cuja postura em relação ao cinema foi mudando ao longo da vida.

Bibliografia

BELPOLITI, Marco. "L'occhio di Calvino". Torino: Einaudi, 2006; CALVINO, Italo. "Lettere 1940-1985". Milano: Mondadori, 2000; ________. "Romanzi e racconti". Milano: Mondadori, 2001; ________. "Saggi 1945-1985". 2 t. Milano: Mondadori, 1995; ________. "La strada di San Giovanni". Milano: Mondadori, 1990; PELLIZZARI, Lorenzo (org.). "L'avventura di uno spettatore: Italo Calvino e il cinema". Bergamo: Lubrina, 1990.