/ / / / / / / / / / / / / /      Anais Digitais      / / / / / / / / / / / / / /

  Voltar para a lista
 
  Título
Escuta, Encenação e o Problema do Real
Autor
Cecília Antakly de Mello
Resumo Expandido
A comunicação proposta é dedicada aos documentários contemporâneos The Arbor de Clio Barnard (Reino Unido, 2010), 24 City de Jia Zhang-ke (二十四城记, China, 2008) e Jogo de cena de Eduardo Coutinho (Brasil, 2007).

Em The Arbor, a diretora inglesa Clio Barnard lança mão de uma sofisticada combinação de recursos, técnicas e materiais de arquivo para investigar a vida trágica da dramaturga inglesa Andrea Dunbar e de sua filha Lorraine. A espinha dorsal do filme são as extensas entrevistas com membros da família de Andrea e especialmente com Lorraine, posteriormente montadas no formato de uma peça de rádio e dubladas/reencenadas por atores que encarnam na tela as figuras reais. Já em 24 City, o diretor chinês Jia Zhang-ke também lança mão da entrevista e do método da “escuta” como ferramenta de reconstrução de memórias individuais e coletivas. Mas esse é tampouco um método que garante a veracidade das informações coletadas. Apesar de sua afinidade com a escuta psicanalítica, a presença da câmera e da equipe transforma de imediato a natureza do depoimento, como bem ensina Ismail Xavier em relação à obra de Eduardo Coutinho (XAVIER, 2009). Ademais, Jia – assim como o próprio Coutinho em Jogo de cena, problematiza a reconstrução da memória ao incluir atores de forma indistinta entre os entrevistados reais, fazendo com que paire sempre uma dúvida acerca da legitimidade do que está sendo dito/ouvido.

Assim, e a despeito da distância geográfica e da ausência de conexões temáticas diretas, gostaria de sugerir que esses três documentários seminais lançam mão de recursos similares relacionados à escuta e à (re)encenação como um modo de evidenciar a natureza fluida da memória (individual ou coletiva) e de discutir a relação entre arte e realidade no cinema documental contemporâneo.

Bibliografia

Bazin, André (1958), Qu’est-ce que le cinéma? vol. 1, Paris: Les Éditions du Cerf.

Jia, Zhang-ke (2008), Jiaxiang 1996-2008. Pequim: Peking University Press.

Lins, Consuelo (2004), O documentário de Eduardo Coutinho: Televisão, cinema e vídeo. Rio de Janeiro: Jorge Zahar.

Nagib, Lúcia (2011), World Cinema and The Ethics of Realism, London & New York: Continuum.

Nichols, Bill (1991), Representing Reality: Issues and Concepts in Documentary, Bloomington: Indiana University Press.

Pipano, Isaac (2012), FEITO LEITE DERRAMADO SOBRE A PEDRA: a cidade, a memória e a montagem no documentário de Jia Zhang-ke. Dissertação de Mestrado, Universidade Federal Fluminense.

Rancière, Jacques (2001), La fable cinématographique, Paris: Le Seuil.

Xavier, Ismail (2009), ‘Character Construction in Brazilian Documentary Films: Modern Cinema, Classical Narrative and Micro-Realism’, in Lúcia Nagib and Cecília Mello (eds), Realism and the Audiovisual Media, Basingstoke: Palgrave.