Voltar para a lista
 
  Título
Cinema Brasileiro na Escola: formação de professores
Autor
Salete Paulina Machado Sirino
Resumo Expandido
No intuito de apresentar uma possibilidade – dentre as diversas – da prática da Lei 13006/2014, que determina a inserção de, no mínimo, duas horas mensais de produção audiovisual nacional como componente curricular complementar integrado à proposta pedagógica da escola da Educação Básica, e entendendo que há uma carência de investimento contínuo em formação de professores para o uso educativo do Cinema Brasileiro, o Projeto de Extensão Cinema Brasileiro na Escola, realizado entre julho de 2013 e agosto de 2014, vinculado ao Programa de Extensão Universidade Sem Fronteiras da SETI/PR, realizado numa parceria entre UNESPAR/Campus de Curitiba II / FAP e SEED-NRE-Curitiba, buscou capacitar professores para o uso do Cinema Brasileiro no Ensino Fundamental e Médio, com atuação em escolas do NRE-Curitiba. Dentre os resultados do projeto, está a publicação do livro Cinema Brasileiro na Escola: pra começo de conversa (2014), com coordenação editorial realizada pela autora deste texto, com prefácio e revisão de José Carlos Avellar. Nesse sentido, o presente estudo retoma os principais objetivos alcançados com o projeto, a fim de contribuir com futuras pesquisas e ações que visem a capacitação do professor para o uso do Cinema Brasileiro na Escola.

Este projeto de extensão que contou com a participação de seis bolsistas – quatro graduandos e duas graduadas do Curso de Bacharelado em Cinema e Vídeo da UNESPAR/FAP –, num primeiro momento, considerando os oito primeiros encontros – 40 horas/aula – objetivou a sistematização da produção de conhecimento sobre o Cinema Brasileiro, a partir do viés histórico, abordando sobre a trajetória de seus principais movimentos, sempre atrelados aos contextos sociais nos quais estavam inscritos, dando ênfase à relação produção-distribuição-exibição, no sentido de olhar criticamente o lugar do Cinema Brasileiro. Desta forma, os planos de ensino, foram elaborados sob este prisma. Já a segunda etapa, envolveu a seleção e análises de filmes nacionais a serem trabalhados nos oito encontros seguintes – 40 horas/aula –, com foco em análises de filmes nacionais, de forma a evidenciar os aspectos de construção do discurso fílmico – roteiro, direção, produção, fotografia, arte, montagem, som – como inerentes à produção de significados artísticos, estéticos, ideológicos em sua relação com o espectador. Tal pressuposto de análise, sob a premissa didático-pedagógica, buscou desvelar os objetivos de significação por trás de cada elemento da composição do discurso fílmico. Na sequência houve a realização da terceira etapa do plano pedagógico do Projeto de Extensão Cinema Brasileiro na Escola, a qual compreendeu a práxis docente, a aplicabilidade por parte dos professores da rede estadual de ensino, que participaram das etapas anteriores, em escolas da cidade de Curitiba. Por fim, a quarta etapa do plano pedagógico deste Projeto de Extensão resultou na realização do Seminário Cinema Brasileiro na Escola, com o lançamento do livro Cinema Brasileiro na Escola: pra começo de conversa, organizado por Salete Machado Sirino e Fábio Luciano Francener Pinheiro, prefaciado por José Carlos Avellar, onde além da apresentação por parte dos bolsistas dos capítulos de suas autorias que compõem o livro, os Professores de Artes e de Língua Portuguesa, participantes desta capacitação pedagógica, apresentaram, aos demais professores presentes, uma síntese sobre suas participações abordando desde o seu encontro com o curso, a participação nas aulas até a prática de ensino do Cinema Brasileiro em suas escolas.

Este projeto propiciou um espaço de trocas de conhecimentos e debates, uma vez que os bolsistas detinham o conhecimento teórico acerca dos temas e puderam ter a experiência didática por meio da apreensão de técnicas metodológicas e uma possibilidade de apreensão de saberes sobre cinema para os professores que participaram desta capacitação, o que resultou em um encontro pertinente para o ensino do Cinema Brasileiro.
Bibliografia

BELLONI, Maria Luiza. O que é mídia-educação. São Paulo: Editora Autores Associados, 2001.

FRESQUET, Adriana (Organização). Cinema e Educação a lei 13.006: Reflexões, perspectivas e propostas. Universo Produção. 2014.

HALL, STUART. A identidade cultural na pós-modernidade. Trad.: Tomaz Tadeu da Silva e Guacira Lopes Loura. 9 Edição. Rio de Janeiro: DP&A Editora, 2004.

SIRINO, Salete Paulina Machado. Cinema Brasileiro: o Cinema Nacional produzido a partir da Literatura Brasileira e uma reflexão sobre suas possibilidades educativas. Dissertação de Mestrado. UEPG: Ponta Grossa, 2004.

SIRINO, Salete Paulina Machado; PINHEIRO, Fábio Luciano Francener (Organizadores). Cinema Brasileiro na Escola: pra começo de conversa. Curitiba: UNESPAR, 2014.

SIRINO, Salete Paulina Machado Sirino. Cinema e Educação: pensando em uma proposta de ensino para o Cinema Brasileiro. In: Revista ECOS. Literaturas e Linguísticas. Cáceres: UNEMAT Editora, 2013.