Voltar para a lista
 
  Título
Soler: Aportes do Documentarismo Migrante à Teoria dos Cineastas
Autor
RAFAEL TASSI TEIXEIRA
Resumo Expandido
A proposta da comunicação visa estabelecer pontos de conexão\concordância com os sentidos fílmicos e as reflexões teórico-analíticas de um dos precursores do cinema migratório documental, sobretudo na realidade cinematográfica espanhola – o cineasta espanhol Llorenç Soler. O objetivo central é desenvolver algumas linhas de possibilidades reflexivas entre os discursos fílmicos e a análise da obra teórica do cineasta valenciano, sistematizas em seus dois importantes manuais sobre documentarismo cinematográfico dissecados à luz da ‘Teoria dos Cineastas’: Dunha Beira a Outra (1994) e Los Hilos Secretos de Mis Documentarios (1997). O cinema migratório documental é um movimento reflexivo e inovador na perspectiva de Soler, desenvolvido sobretudo a partir da década de 1980 (FRANCÉS, 2012) estabelecendo-se como um diálogo entre o cinema político espanhol e o cinema do cotidiano; de certa forma, reflete uma argumentação original sobre o campo do documentário e a fronteira entre a fílmico e o pessoal (o autor como um migrante, a migração como a própria vida). Em paralelo a outros cineastas de ‘trincheiras’ na realidade fílmica espanhola (Helena Lumbreras, Marta Arribas, Ana Pérez), o cinema de Soler revela-se significativo para o pensamento sobre a Teoria dos Cineastas, dispondo suas bases, ao mesmo tempo, no profundo sentido biográfico do autor a reverberar em suas obras poéticas, em seus manuais de documentários, e em suas ‘escrituras fílmicas’. Através da análise da vertente ‘errante e desestabilizadora’ de seus escritos sobre o cinema documentário, a proposta é observar os constructos fílmico-textuais de seus pensamentos sobre a concepção da “mirada comprometida” (FRANCÉS, 2012) e dos ‘jogos de realidade e ficção’ (BERZOSA, 2012) em um cinema definido pela intransigência do lugar da imagem e, paralelamente, pelo que Soler chama de ‘silêncio digno de seus personagens’ (SOLER, 1997). A comunicação também se interessa em observar as principais linhas reflexivas da concepção de ‘cinema migratório’ ou cinema da ‘errância’ em um cineasta que pensa, escreve, filma, com forte sentido e confluência individual, sobre o jogo constante da realidade e da ficção, mas, também, que se posiciona de maneira atenta ao microrrelato, a cotidianidade dramática e a economia do pertencimento. Soler se mostra, desse modo, como um cineasta fundamental na tergiversação “inseparável, consubstancial” (SOLER, 1998) de uma concepção de cinema documentário que, antes de documentar qualquer realidade, vertebra-se na diversidade de pontos de vista, e, pela pausa e pela escuta, pela escrita, pelo desenho, pela poesia e pela pintura - o cineasta como autor espelho do artista como documentarista – invade a fronteira, o sentido e a relação, para neles permanecerem, e para assim tratar o processo criativo (indizível) da escrita, da realidade sob múltiplas formas, da crônica social comprometida e sobretudo, do cinema como ‘errância’. Tentando tecer articulações entre as narrativas cinematográficas, as estilísticas documentais e a convergência socio-ficcional das obras do cineasta, a proposta de comunicação, portanto, concentra-se em traçar alinhamentos perspectivos sobre a sistemática fílmica\bibliográfica\reflexiva de Soler através de seus livros, ensaios, cadernos de reflexões e manuais de documentarismo. Ao mesmo tempo, compromete-se em desenvolver um campo de diálogo entre as teorias migratórias contemporâneas no cinema documental migrante e a contribuição de Soler para as Teorias dos Cineastas, vistos a partir de um cineasta\realizador que congrega múltiplas facetas: realizador\diretor, pesquisador, escritor, poeta e professor universitário.
Bibliografia

AUMONT, Jacques. As Teorias dos Cineastas. São Paulo: Papirus, 2002

BERZOSA, Alberto. "Juegos de Realidad y Ficción en la Obra de Llorenç Soler", IN: FRANCÉS, Miquel (org.). La Mirada Comprometida. Madrid: Biblioteca Nueva, 2012.

FRANCÉS, Miquel (org.). La Mirada Comprometida. Madrid: Biblioteca Nueva, 2012.

MONTERDE, José Enrique. El Sueño de Europa: Cine y Migraciones desde el Sur. Andalucia: Junta de Andalucia, 2008.

SOLER, Llorenç. Llorenç Soler: Dunha Beira a Outra. Galícia: Universidad de Santiago, 1994.

SOLER, Llorenç. Los Hilos Secretos de Mis Documentarios. Editorial CIMS, 1997.

V.V.V.A. Llorenç Soler: La Mirada Comprometida. Barcelona: Biblioteca Nueva, 2012.