Voltar para a lista
 
  Título
O NOVO LUGAR DO TRAILER: CASO HBO BRASIL E GAME OF THRONES NO YOUTUBE
Autor
Nathalia Michelle Grisi Rezende
Resumo Expandido
Os Theatrical Trailers exibidos nas salas de cinema, foram por muito tempo a fundamental ferramenta para convidar o espectador à uma obra audiovisual. A televisão por sua vez divulgava seus produtos dentro da própria grade de programação através principalmente de TV Trailers. Porém, com o advento da cibercultura, as múltiplas telas, maior acesso ao conteúdo em vídeo, o comportamento do espectador mudou e consequentemente o mercado do audiovisual também foi alterado. O fluxo comunicacional transformou-se, incluindo definitivamente a internet no cenário publicitário de produtos audiovisuais, tornando esse processo de divulgação mais híbrido e sem limites definidos.

Atualmente empresas de diversos segmentos possuem canais/perfis em redes sociais. Trata-se de uma tentativa de colocar em prática estratégias de comunicação pós-massiva. Especificamente no mercado de televisão é uma prática bastante comum a presença própria nas redes sociais (GABRIEL, 2010). A HBO foi uma dos primeiros canais de televisão a investir na rede mundial de computadores. Desde o início dos anos 2000, a emissora passou a considerar o cenário digital para a divulgação, o marketing e a distribuição de suas séries (ROGERS, EPSTEIN e REEVES, 2002; LOTZ, 2007). Em 28 de Fevereiro de 2012 a HBO lançou o canal HBO Brasil na rede social de vídeos Youtube.

A promoção de produtos audiovisuais utiliza o próprio recurso audiovisual, a metalinguagem trailerífica. Portanto, os trailers não permaneceram estáticos diante dessas novas práticas. Foram trazidos para o digital, em especial para o Youtube, reconfigurados em função, formato e estética. Além de ter alterado sua relação com o espectador. Este trabalho propõe-se a pensar o lugar do trailer de seriados televisivos na complexa configuração comunicacional atual. Um cenário em que a produção e distribuição dos trailers deixam de ser centrados na sala de cinema para considerar diversos suportes midiáticos e suas especificidades de consumo.

Através do canal oficial “HBO Brasil” no Youtube, o presente artigo lança um olhar atual sobre a divulgação de produtos televisivos seriados na internet. A HBO além de ser pioneira na presença digital, tem influenciado o mercado televisivo por mais de quatro décadas. Game Of Thrones é a série mais assistida de todos os tempos, além da audiência tradicional também bateu diversos recordes de pirataria. Tais características demonstram que este recorte é representativo para pensar uma televisão contemporânea em transição.

Foram catalogados e analisados para esta pequisa 42 trailers lançados no período entre a quinta e sexta temporada de Game Of Thrones, assim como os vídeos produzidos durante a exibição da sexta temporada. A partir dos estudos de (RUIZ, 2007), (CAVALCANTE, 2015) e (SILVA, 2014) buscou-se identificar através destes vídeos que tipos de materiais estão sendo produzidos e veiculados pela HBO em seu canal brasileiro e quais as transformações comunicacionais podem ser pensadas a partir dessas práticas.

A partir da análise e categorização da amostra, foi possível traçar um paralelo com o moviemarketing e assim perceber algumas características que diferenciam os trailers de divulgação do seriado. Uma representativa particularidade dos trailers lançados nesta rede social é a capacidade de gerar envolvimento dos espectadores por meio dos comentários, compartilhamentos e apropriação para confecção de novos textos. Percebe-se também um aumento na quantidade de trailers divulgados e maior elasticidade nos formatos estéticos em relação ao modelo de negócio dos filmes. O trailer também passa a ter maior longevidade, pois não possui tempo determinado para veiculação, podendo ser acessado a qualquer momento depois de ter sido postado. Esses encadeamentos demonstram que a cultura das séries (SILVA,2014) construiu e ainda constrói complexas estruturas comunicacionais que atravessam o fazer, o distribuir, o divulgar e o consumir televisão e que precisam ser compreendidas.
Bibliografia

CAVALCANTE, Ian Costa. O anjo da Anunciação: a definição do gênero trailer e sua reconfiguração comunicacional. João Pessoa: Dissertação de mestrado UFPB/CCTA, 2015.



GABRIEL, Martha. Marketing na Era Digital: Conceitos, Plataformas e Estratégias. São Paulo: Novatec Editora, 2010.



ROGERS, Mark C.; EPSTEIN, Michael M.; REEVES, Jimmie L. The Sopranos as HBO Brand Equity: The Art of Commerce in the Age of Digital Reproduction. In: LAVERY, David (org.). This Thing of Ours: Investigating The Sopranos. Nova York: Columbia University Press, 2002, p. 42-57.



RUIZ, J. D.. Definición y Natureza Del Trailer Cinematográfico. Pensar la Publicidad. 2007, vol 1, n.2, 99-116



SILVA, M. V. B. Cultura das séries: forma, contexto e consumo de ficção seriada na contemporaneidade. Galaxia (São Paulo, Online), n. 27, p. 241-252, jun. 2014.



SILVA, M. V. B. A. CAVALCANTE, Ian Costa. Anunciação do inverso próximo: o Trailer Serial em Game Of Thrones. 2014, vol 05, Revista Passagen, 103-118.